Forum Cidade

Forum Cidade

Partido Socialista
António Costa

Definição e Objectivos
Empenhada na promoção da participação dos seus militantes e dos cidadãos em geral na vida e no futuro da cidade de Lisboa, a Comissão Política Concelhia de Lisboa (CPCL) do Partido Socialista decidiu criar e institucionalizar de forma permanente um espaço de debate político e social: o Forum Cidade. Contribuir para a construção, em termos programáticos, de uma alternativa de governo para a cidade de Lisboa e alargar a base de participação dos cidadãos na reflexão sobre a gestão da cidade, propondo iniciativas a desenvolver pelos autarcas socialistas numa lógica territorial adequada ao tecido social e urbano em análise são os dois grandes objectivos que o Forum Cidade se propõe prosseguir. O Forum Cidade será uma estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa, que deverá envolver militantes do PS e cidadãos independentes no compromisso de reflectir conjuntamente sobre as potencialidades e os problemas de Lisboa, tendo em vista a procura e a formulação de propostas que visem o desenvolvimento sustentável da cidade, a busca de soluções para questões inadiáveis ou até a tomada de posição em matérias que considere relevantes.
Forum Conclusões Conclusões dos grupos de trabalho do Forum Cidade apresentadas em Lisboa no dia 2005/05/03:
(documentos em pdf)

Conclusões (694 KB)
Qualidade Vida/Ambiente (296 KB)
Escola e Comunidade (177 KB)
Política Urbana (234 KB)
Desporto (241 KB)
Espaço Público (152 KB)
Segurança Rodoviária (258 KB)
Modelo Económico (480 KB)

Forum Conclusões
Digite o seu eMail para ser notificado de novos conteúdos no Forum Cidade!

powered by Bloglet


Arquivos

Julho 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Março 2007

Abril 2007

Maio 2008

Junho 2008



Correio para:
forumcidade2@gmail.com





Outros WebSites

Partido Socialista

Comissão Política Concelhia de Lisboa


Grupo Parlamentar PS



Outros Blog's do PS

Outros Blog's sobre Lisboa
Diários de Lisboa
Imagens da Cidade
Jornal da Praceta
Lisboa abandonada
Lisboa a arder
Pelourinho da Lisboa
Viver Bem na Alta de Lisboa
Vizinhos

Outros Blog's
Abrangente
Adufe
Almocreve das Petas
Ânimo
Assembleia
Bioterra
Blogo Social Português
Blog sem nome
Bloguítica
O Carimbo
Causa Nossa
O Cheiro a torradas pela Manhã
Descrédito
Estrago da Nação
Forum Comunitário
Fumaças
Gang
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento
Mar Salgado
Minisciente
O País Relativo
A Pantera Cor de Rosa
Pessoal in Transmissível
À Procura da Cleópatra
República Digital
Respirar o Mesmo Ar
Ser Português (Ter que)
TM&RP
A Toca do Gato
Victum Sustinere
Viva Espanha


PTbloggers

Technorati


Tugir em português


Partido Socialista
Comissão Política
Concelhia de Lisboa



Cartazes 2004/5 Gente que Faz
2003




Forum Cidade
Estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa
sexta-feira, outubro 10, 2003
 
Lisboa
Para uma Lisboa onde exista qualidade de vida

Aquilo que nós pretendemos é criar as condições que tornem possível a apresentação de uma alternativa, que apresente aos cidadãos de Lisboa uma proposta assente nas pessoas, com as pessoas e para as pessoas.
A nossa linda cidade necessita de um projecto que a humanize, que faça de Lisboa a cidade menina e moça que todos desejamos, mas que infelizmente, actualmente, não temos.
Para esse projecto é necessário, antes de mais, ter a coragem de dizer que as Pessoas terão a primazia!
Significa isto dizer que queremos, de uma vez por todas, colocar o automóvel no seu lugar, o que implica dizer que o automóvel existe para servir o Homem e não para nos fazer «escravos» dele.
Para que consigamos inverter a situação actual temos que assumir perante os cidadãos de Lisboa o compromisso de apostar nos transportes públicos. Isto implica que não é possível Lisboa continuar a ter uma política enganosa para com os cidadãos, os quais são incentivados «a utilizar os transportes públicos, enquanto durem as obras dos túneis» para depois, alegremente, lhes dizermos, «já podem trazer o carrinho, para chegar mais depressa à fila respectiva». Isto não é possível!
Lisboa tem que ter uma política coerente e que permita que todos os cidadãos percebam os objectivos que se pretendem atingir. Não é possível continuar a transmitir mensagens contraditórias, que apenas contribuem para confundir e baralhar os cidadãos.
Essa política tem que assentar nos seguintes eixos:
a)
Primazia aos transportes públicos, em detrimento dos automóveis particulares;
b) Ampliação dos corredores BUS, em toda a cidade, numa lógica de primazia total e absoluta aos transportes públicos;
c) Clara aposta na melhoria dos transportes públicos, designadamente continuando a apostar na complementaridade dos diferentes meios de transportes e na sua modernização e ampliação;
d) Apostar no alargamento da rede de eléctricos rápidos;
e) Garantir que os transportes públicos existem para servir os utentes, o que significa entender a necessidade de alargar os horários de funcionamento das carreiras, bem como a necessidade da existência de carreiras que permitam a mobilidade dos cidadãos no interior das freguesias;
f) Estacionamento com preços diferenciados, com uma discriminação positiva para todos os eleitores de Lisboa, com taxas mais baratas, independentemente de se manter o direito ao estacionamento gratuito na respectiva zona de residência;
g) Construção de parques de estacionamento dissuasores, nas entradas da cidade, com preços baixos, associados a uma ligação aos interfaces dos transportes públicos;
h) Condicionamento da circulação dos automóveis particulares no perímetro central da cidade.
Para implementarmos este projecto é necessário que a EMEL cumpra as funções para as quais foi criada – gestão do espaço público, para o estacionamento - com eficiência e profissionalismo, o que actualmente não está a conseguir fazer. Para conseguir dar satisfação a esse objectivo a EMEL deve continuar a ser uma empresa municipal, cujas orientações e directrizes são traçadas pela Vereação Municipal, afastando-se, de vez, qualquer ideia da sua privatização.
Dias Baptista
10/10/2003 01:05:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text