Forum Cidade

Forum Cidade

Partido Socialista
António Costa

Definição e Objectivos
Empenhada na promoção da participação dos seus militantes e dos cidadãos em geral na vida e no futuro da cidade de Lisboa, a Comissão Política Concelhia de Lisboa (CPCL) do Partido Socialista decidiu criar e institucionalizar de forma permanente um espaço de debate político e social: o Forum Cidade. Contribuir para a construção, em termos programáticos, de uma alternativa de governo para a cidade de Lisboa e alargar a base de participação dos cidadãos na reflexão sobre a gestão da cidade, propondo iniciativas a desenvolver pelos autarcas socialistas numa lógica territorial adequada ao tecido social e urbano em análise são os dois grandes objectivos que o Forum Cidade se propõe prosseguir. O Forum Cidade será uma estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa, que deverá envolver militantes do PS e cidadãos independentes no compromisso de reflectir conjuntamente sobre as potencialidades e os problemas de Lisboa, tendo em vista a procura e a formulação de propostas que visem o desenvolvimento sustentável da cidade, a busca de soluções para questões inadiáveis ou até a tomada de posição em matérias que considere relevantes.
Forum Conclusões Conclusões dos grupos de trabalho do Forum Cidade apresentadas em Lisboa no dia 2005/05/03:
(documentos em pdf)

Conclusões (694 KB)
Qualidade Vida/Ambiente (296 KB)
Escola e Comunidade (177 KB)
Política Urbana (234 KB)
Desporto (241 KB)
Espaço Público (152 KB)
Segurança Rodoviária (258 KB)
Modelo Económico (480 KB)

Forum Conclusões
Digite o seu eMail para ser notificado de novos conteúdos no Forum Cidade!

powered by Bloglet


Arquivos

Julho 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Março 2007

Abril 2007

Maio 2008

Junho 2008



Correio para:
forumcidade2@gmail.com





Outros WebSites

Partido Socialista

Comissão Política Concelhia de Lisboa


Grupo Parlamentar PS



Outros Blog's do PS

Outros Blog's sobre Lisboa
Diários de Lisboa
Imagens da Cidade
Jornal da Praceta
Lisboa abandonada
Lisboa a arder
Pelourinho da Lisboa
Viver Bem na Alta de Lisboa
Vizinhos

Outros Blog's
Abrangente
Adufe
Almocreve das Petas
Ânimo
Assembleia
Bioterra
Blogo Social Português
Blog sem nome
Bloguítica
O Carimbo
Causa Nossa
O Cheiro a torradas pela Manhã
Descrédito
Estrago da Nação
Forum Comunitário
Fumaças
Gang
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento
Mar Salgado
Minisciente
O País Relativo
A Pantera Cor de Rosa
Pessoal in Transmissível
À Procura da Cleópatra
República Digital
Respirar o Mesmo Ar
Ser Português (Ter que)
TM&RP
A Toca do Gato
Victum Sustinere
Viva Espanha


PTbloggers

Technorati


Tugir em português


Partido Socialista
Comissão Política
Concelhia de Lisboa



Cartazes 2004/5 Gente que Faz
2003




Forum Cidade
Estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa
quinta-feira, março 11, 2004
 
Manuela Jardim

A Mulher e as Cidades

Faz todo o sentido, a propósito do Dia Internacional da Mulher ocorrido esta semana, discorrer sobre a forma como as Cidades se têm organizado e crescido, tendo em atenção todos quantos nelas habitam ou, pelo contrário, se têm servido apenas alguns.
Durante muitos e muitos séculos, os correspondentes ao domínio do espaço das decisões políticas pelo género masculino, as cidades foram concebidas e organizadas de forma a exprimirem essas mesmas relações de poder.
Daí a importância nas políticas de urbanismo da monumentalidade comemorativa dos grandes feitos militares ou das grandes conquistas e do traço da cidade como tradução da vocação de poder de quem a governava.
Estando à mulher reservado o espaço doméstico aí, e apenas aí, se exprimia a sua criatividade e o seu poder de intervenção. O usufruto que fazia da cidade, enquanto espaço proporcionador de serviços ou de oportunidades de cultura e lazer, estava intrinsecamente ligado à sua condição social.
O crescimento da participação das mulheres no mercado de trabalho veio alterar profundamente o paradigma da distribuição das esferas e das tarefas, mas nem por isso se alterou a forma de conceber as cidades nem a forma como elas se prepararam para responder a novas formas e estilos de vida.
Basta pensar na importância, atribuída ou não, ao transporte público, à localização dos equipamentos colectivos, ao arranjo dos espaços verdes, aos horários dos estabelecimentos, ao estado de conservação dos passeios e das ruas, à adaptação destes às dificuldades de mobilidade, enfim um sem número de preocupações que não estão directamente ligadas ao exercício do poder na sua expressão tradicional, mas antes à qualidade de vida de todos e de cada um de nós, porventura mais apelativo para o sentido do útil que é mais fácil encontrar nas preocupações das mulheres, mesmo quando no exercício do poder político.
Reconhecido que está hoje o pleno direito das mulheres à participação em todas as esferas da vida, faz todo o sentido não só o aumento da sua participação nos órgãos do poder autárquico como a sua auscultação e contributo activo na formulação das suas políticas.
Em Lisboa este é, porventura, um momento privilegiado para o permitir. Ganharíamos todos em crescimento democrático, em aproveitamento das capacidades de todos, em desenvolvimento da participação como forma mais responsável de exercício da cidadania e no estreitamento da relação entre eleitos e eleitores.
Vamos a Isso?
Maria de Belém Roseira
3/11/2004 01:42:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text