Forum Cidade

Forum Cidade

Partido Socialista
António Costa

Definição e Objectivos
Empenhada na promoção da participação dos seus militantes e dos cidadãos em geral na vida e no futuro da cidade de Lisboa, a Comissão Política Concelhia de Lisboa (CPCL) do Partido Socialista decidiu criar e institucionalizar de forma permanente um espaço de debate político e social: o Forum Cidade. Contribuir para a construção, em termos programáticos, de uma alternativa de governo para a cidade de Lisboa e alargar a base de participação dos cidadãos na reflexão sobre a gestão da cidade, propondo iniciativas a desenvolver pelos autarcas socialistas numa lógica territorial adequada ao tecido social e urbano em análise são os dois grandes objectivos que o Forum Cidade se propõe prosseguir. O Forum Cidade será uma estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa, que deverá envolver militantes do PS e cidadãos independentes no compromisso de reflectir conjuntamente sobre as potencialidades e os problemas de Lisboa, tendo em vista a procura e a formulação de propostas que visem o desenvolvimento sustentável da cidade, a busca de soluções para questões inadiáveis ou até a tomada de posição em matérias que considere relevantes.
Forum Conclusões Conclusões dos grupos de trabalho do Forum Cidade apresentadas em Lisboa no dia 2005/05/03:
(documentos em pdf)

Conclusões (694 KB)
Qualidade Vida/Ambiente (296 KB)
Escola e Comunidade (177 KB)
Política Urbana (234 KB)
Desporto (241 KB)
Espaço Público (152 KB)
Segurança Rodoviária (258 KB)
Modelo Económico (480 KB)

Forum Conclusões
Digite o seu eMail para ser notificado de novos conteúdos no Forum Cidade!

powered by Bloglet


Arquivos

Julho 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Março 2007

Abril 2007

Maio 2008

Junho 2008



Correio para:
forumcidade2@gmail.com





Outros WebSites

Partido Socialista

Comissão Política Concelhia de Lisboa


Grupo Parlamentar PS



Outros Blog's do PS

Outros Blog's sobre Lisboa
Diários de Lisboa
Imagens da Cidade
Jornal da Praceta
Lisboa abandonada
Lisboa a arder
Pelourinho da Lisboa
Viver Bem na Alta de Lisboa
Vizinhos

Outros Blog's
Abrangente
Adufe
Almocreve das Petas
Ânimo
Assembleia
Bioterra
Blogo Social Português
Blog sem nome
Bloguítica
O Carimbo
Causa Nossa
O Cheiro a torradas pela Manhã
Descrédito
Estrago da Nação
Forum Comunitário
Fumaças
Gang
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento
Mar Salgado
Minisciente
O País Relativo
A Pantera Cor de Rosa
Pessoal in Transmissível
À Procura da Cleópatra
República Digital
Respirar o Mesmo Ar
Ser Português (Ter que)
TM&RP
A Toca do Gato
Victum Sustinere
Viva Espanha


PTbloggers

Technorati


Tugir em português


Partido Socialista
Comissão Política
Concelhia de Lisboa



Cartazes 2004/5 Gente que Faz
2003




Forum Cidade
Estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa
quarta-feira, junho 16, 2004
 
Propaganda - Lisboa

[138/2004]
A "Banhada" das eleições europeias!

Nas eleições europeias de ontem o Partido Socialista atingiu um resultado histórico - 44,52% de votos. Isto é, o melhor resultado percentual de sempre em 30 anos de regime democrático. Elegeu 12 deputados - 50% da representação portuguesa no Parlamento Europeu.
Por sua vez, a coligação PSD/PP obteve o pior resultado que a direita alguma vez atingiu desde o 25 de Abril - 33,26%.
Como alguém disse: foi uma verdadeira banhada!
Ainda que não deva existir promiscuidade entre política e futebol o facto é que a política é como o futebol no domínio dos resultados: quem ganha é que fica para a História. Assim, nas eleições europeias realizadas no domingo, quem fica para História é o PS, que obteve uma vitória incontestável, alcançando a maior percentagem de sempre de votos obtida em eleições partidárias.
A coligação PSD/PP pode dizer que mandou bolas à trave, que o árbitro cometeu erros e que a sorte do jogo não esteve com ela, mas uma derrota é uma derrota e é isso que ficará nos registos eleitorais e políticos. A par da constatação clara da censura infligida pelos portugueses à política deste Governo.
Além do mais, a abstenção não pode servir de desculpa para uma derrota em qualquer eleição. Isso seria alterar as regras de um jogo há muito definido e que não pode ser modificado consoante os resultados sejam favoráveis ou desfavoráveis.
Esta eleição censura o Governo, reconcilia os portugueses com o Partido Socialista, abre caminho à construção de uma alternativa política, comprova o acerto estratégico de um posicionamento autónomo, com um discurso dirigido a todo o eleitorado do centro-esquerda, e faz, também, justiça ao trabalho efectuado pelos Governos liderados por António Guterres.
Esta eleição reconhece a grandeza de um homem a quem o PS e Portugal muito devem: Prof. António Sousa Franco. Com a sua capacidade intelectual e política, projectou o PS para este resultado. Os socialistas nunca o esquecerão.
Também em Lisboa o Partido Socialista comprovou a sua liderança e afirmação na cidade alcançando um resultado notável - 41,21%. Também aqui, pela primeira vez, o PS ganhou à Direita unida - e com uma margem muito confortável (Coligação PSD/PP obteve 33,39%).
Este resultado comprova o acerto da estratégia seguida pelo PS/Lisboa no desgaste da gestão camarária, faz justiça ao esforço feito pelas estruturas do PS/Lisboa na campanha, reafirma eleitoralmente o facto de que qualquer alternativa de centro-esquerda deve ter uma liderança e predominância clara e inequívoca do PS e demonstra que é claramente possível ao PS ganhar as próximas eleições autárquicas (sozinho ou no quadro de uma coligação) - como o PS/Lisboa vem afirmando.
Comprova, igualmente, mais uma afirmação estratégica do PS/Lisboa: a importância do BE no quadro de uma, eventual, coligação de centro-esquerda. Como o PS/Lisboa vinha dizendo, por diversas vezes, CDU e BE valem, neste momento, praticamente o mesmo na cidade: CDU - 9,58% e BE - 8,45%. 1% de diferença representando cerca de 2500 votos. Acresce, que no eleitorado mais jovem os resultados actuais demonstram a margem de crescimento potencial do BE.
Dados a ponderar desde já no caminho para ganhar Lisboa nas autárquicas de 2005!
Rui Paulo Figueiredo
6/16/2004 03:18:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text