Forum Cidade

Forum Cidade

Partido Socialista
António Costa

Definição e Objectivos
Empenhada na promoção da participação dos seus militantes e dos cidadãos em geral na vida e no futuro da cidade de Lisboa, a Comissão Política Concelhia de Lisboa (CPCL) do Partido Socialista decidiu criar e institucionalizar de forma permanente um espaço de debate político e social: o Forum Cidade. Contribuir para a construção, em termos programáticos, de uma alternativa de governo para a cidade de Lisboa e alargar a base de participação dos cidadãos na reflexão sobre a gestão da cidade, propondo iniciativas a desenvolver pelos autarcas socialistas numa lógica territorial adequada ao tecido social e urbano em análise são os dois grandes objectivos que o Forum Cidade se propõe prosseguir. O Forum Cidade será uma estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa, que deverá envolver militantes do PS e cidadãos independentes no compromisso de reflectir conjuntamente sobre as potencialidades e os problemas de Lisboa, tendo em vista a procura e a formulação de propostas que visem o desenvolvimento sustentável da cidade, a busca de soluções para questões inadiáveis ou até a tomada de posição em matérias que considere relevantes.
Forum Conclusões Conclusões dos grupos de trabalho do Forum Cidade apresentadas em Lisboa no dia 2005/05/03:
(documentos em pdf)

Conclusões (694 KB)
Qualidade Vida/Ambiente (296 KB)
Escola e Comunidade (177 KB)
Política Urbana (234 KB)
Desporto (241 KB)
Espaço Público (152 KB)
Segurança Rodoviária (258 KB)
Modelo Económico (480 KB)

Forum Conclusões
Digite o seu eMail para ser notificado de novos conteúdos no Forum Cidade!

powered by Bloglet


Arquivos

Julho 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Março 2007

Abril 2007

Maio 2008

Junho 2008



Correio para:
forumcidade2@gmail.com





Outros WebSites

Partido Socialista

Comissão Política Concelhia de Lisboa


Grupo Parlamentar PS



Outros Blog's do PS

Outros Blog's sobre Lisboa
Diários de Lisboa
Imagens da Cidade
Jornal da Praceta
Lisboa abandonada
Lisboa a arder
Pelourinho da Lisboa
Viver Bem na Alta de Lisboa
Vizinhos

Outros Blog's
Abrangente
Adufe
Almocreve das Petas
Ânimo
Assembleia
Bioterra
Blogo Social Português
Blog sem nome
Bloguítica
O Carimbo
Causa Nossa
O Cheiro a torradas pela Manhã
Descrédito
Estrago da Nação
Forum Comunitário
Fumaças
Gang
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento
Mar Salgado
Minisciente
O País Relativo
A Pantera Cor de Rosa
Pessoal in Transmissível
À Procura da Cleópatra
República Digital
Respirar o Mesmo Ar
Ser Português (Ter que)
TM&RP
A Toca do Gato
Victum Sustinere
Viva Espanha


PTbloggers

Technorati


Tugir em português


Partido Socialista
Comissão Política
Concelhia de Lisboa



Cartazes 2004/5 Gente que Faz
2003




Forum Cidade
Estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa
segunda-feira, novembro 01, 2004
 
Igreja São Domingos de Benfica
[184/2004]
A falta de um tanatório em Lisboa

A propósito do dia um de Novembro, parece-me pertinente a discussão sobre a falta de um tanatório em Lisboa, abstraindo agora da polémica gerada em Lisboa devido ao projecto de instalação de um complexo para preparação de funerais por uma empresa do ramo.
Não sendo despiciendo o facto de, culturalmente, a morte ter deixado de fazer parte das nossas vidas, passando a estar escondida, afinal, como muito bem disse João Amaral, o dia da nossa morte é apenas mais um dia da nossa vida, desaparecimento esse que diz muito acerca da sociedade em que vivemos, centrada no culto da juventude, da beleza e da ausência de sofrimento, e não sendo de todo em todo apologista do culto dos mortos, a verdade é que, presentemente, quando alguém morre, à excepção de casos particulares e excepcionais, o corpo passa o dia que antecede o funeral na capela mortuária de uma igreja.
Ora esta realidade suscita-me duas ordens diferentes de questões. Por um lado, não sei o que acontece aos não católicos. Ficam em casa, têm instalações próprios nos seus locais de culto ou vão para as capelas mortuárias das igrejas? Por outro lado, e é a situação que pessoalmente mais me preocupa, os ateus são forçados, na morte, a permanecer num templo católico.
Junte-se a isto o facto de a Câmara Municipal de Lisboa ter anunciado que irá ser instalado em Carnide o tanatório, invocando o facto de assim permitir aos fiéis das diferentes religiões a possibilidade de velarem os seus mortos num espaço não católico.
Pergunto eu: então nos ateus não se pensa? Ou será que não há ateus?
O que me parece verdadeiramente extraordinário é que se chegue ao termo do ano 2004, no século XXI, em Lisboa, capital do país, e todos os que morrem sejam colocados em templos católicos enquanto aguardam o enterro, sem qualquer alternativa credível que seja digna desse nome. Para um estado laico...
Sofia Oliveira Dias
11/01/2004 03:27:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text