Forum Cidade

Forum Cidade

Partido Socialista
António Costa

Definição e Objectivos
Empenhada na promoção da participação dos seus militantes e dos cidadãos em geral na vida e no futuro da cidade de Lisboa, a Comissão Política Concelhia de Lisboa (CPCL) do Partido Socialista decidiu criar e institucionalizar de forma permanente um espaço de debate político e social: o Forum Cidade. Contribuir para a construção, em termos programáticos, de uma alternativa de governo para a cidade de Lisboa e alargar a base de participação dos cidadãos na reflexão sobre a gestão da cidade, propondo iniciativas a desenvolver pelos autarcas socialistas numa lógica territorial adequada ao tecido social e urbano em análise são os dois grandes objectivos que o Forum Cidade se propõe prosseguir. O Forum Cidade será uma estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa, que deverá envolver militantes do PS e cidadãos independentes no compromisso de reflectir conjuntamente sobre as potencialidades e os problemas de Lisboa, tendo em vista a procura e a formulação de propostas que visem o desenvolvimento sustentável da cidade, a busca de soluções para questões inadiáveis ou até a tomada de posição em matérias que considere relevantes.
Forum Conclusões Conclusões dos grupos de trabalho do Forum Cidade apresentadas em Lisboa no dia 2005/05/03:
(documentos em pdf)

Conclusões (694 KB)
Qualidade Vida/Ambiente (296 KB)
Escola e Comunidade (177 KB)
Política Urbana (234 KB)
Desporto (241 KB)
Espaço Público (152 KB)
Segurança Rodoviária (258 KB)
Modelo Económico (480 KB)

Forum Conclusões
Digite o seu eMail para ser notificado de novos conteúdos no Forum Cidade!

powered by Bloglet


Arquivos

Julho 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Março 2007

Abril 2007

Maio 2008

Junho 2008



Correio para:
forumcidade2@gmail.com





Outros WebSites

Partido Socialista

Comissão Política Concelhia de Lisboa


Grupo Parlamentar PS



Outros Blog's do PS

Outros Blog's sobre Lisboa
Diários de Lisboa
Imagens da Cidade
Jornal da Praceta
Lisboa abandonada
Lisboa a arder
Pelourinho da Lisboa
Viver Bem na Alta de Lisboa
Vizinhos

Outros Blog's
Abrangente
Adufe
Almocreve das Petas
Ânimo
Assembleia
Bioterra
Blogo Social Português
Blog sem nome
Bloguítica
O Carimbo
Causa Nossa
O Cheiro a torradas pela Manhã
Descrédito
Estrago da Nação
Forum Comunitário
Fumaças
Gang
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento
Mar Salgado
Minisciente
O País Relativo
A Pantera Cor de Rosa
Pessoal in Transmissível
À Procura da Cleópatra
República Digital
Respirar o Mesmo Ar
Ser Português (Ter que)
TM&RP
A Toca do Gato
Victum Sustinere
Viva Espanha


PTbloggers

Technorati


Tugir em português


Partido Socialista
Comissão Política
Concelhia de Lisboa



Cartazes 2004/5 Gente que Faz
2003




Forum Cidade
Estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa
sexta-feira, novembro 12, 2004
 
Campo Jogos
[195/2004]
O investimento no desporto

Um pouco por todo o mundo desenvolvido, em termos das políticas educativas e desportivas, uma das questões mais referidas nos últimos anos e que assenta em numerosos dados científicos, é a ligação estreita entre uma vida activa e saudável e os correspondentes benefícios para os cidadãos, particularmente no crescimento e no desenvolvimento dos mais jovens. Não é por acaso que instituições como o Comité Olímpico Internacional e a UNESCO referem que:
"As autoridades públicas não devem considerar o Desporto para Todos como um custo, mas como um investimento, na medida em que ele proporciona uma melhoria significativa na saúde individual e colectiva, benefícios sociais para as comunidades e benefícios económicos para os países."
(COI, Declaração de Quebec City, Canadá, 2000)
"Diversos estudos a nível internacional indicam que $1 (USD) investido nas actividades físicas, traduz-se numa poupança de $3.2 (USD) em despesas com a saúde"
(Unesco, Declaração de Punta del Este, Uruguai, 1999)
Acontece que em Portugal e, particularmente em Lisboa, os hábitos de prática desportiva são muito deficientes. Não sendo a estatística "um forte" do sistema político nacional ? os últimos dados sobre a participação desportiva são de 1998 ? os indicadores são preocupantes, na medida em que se regista uma fraca participação nas mulheres, nas gerações mais velhas e nos cidadãos com níveis de escolaridade mais baixos e que essa tendência tem-se vindo a agravar desde 1988 ? data do primeiro estudo sobre esta matéria.
Tudo isto leva a que o Desporto na cidade de Lisboa seja, de facto, uma prioridade estratégica, na medida em que, em termos da população residente, 54,3% é do sexo feminino e que 75,0% dos lisboetas têm mais de 25 anos de idade.
Se a análise demográfica é clara nas tarefas que o Município de Lisboa deverá enfrentar e no estabelecimento das prioridades na área das actividades físicas e desportivas, o problema agrava-se quando constatamos um declínio da vida associativa e muitas e importantes carências em termos de infra-estruturas - considerando que há uma Área Desportiva Útil (ADU) por habitante de 2,0 m2 quando, segundo padrões internacionais (Conselho da Europa e Unesco), este valor deveria ser da ordem dos 4,0 m2.
O actual executivo camarário tem demonstrado uma chocante incompetência para enfrentar os problemas e as necessidades desportivas e recreativas dos lisboetas. Para além do desconhecimento público de qualquer visão estratégica e orientação programática sobre as actividades físicas e desportivas, o que se tem constatado é um ritmo acelerado de mudanças dos vereadores responsáveis por este pelouro, o menosprezo pelo papel e importância do movimento associativo, a par do anúncio (sempre o anúncio...) de medidas avulsas, algumas das quais de oportunidade e qualidade muito discutível e sem repercussões objectivas na melhoria global da prática.
Considero que a CML pode (e deve) desempenhar um papel fundamental na promoção e no desenvolvimento das práticas desportivas , em termos quantitativos (crescimento) e qualitativos). Por outro lado, o município lisboeta tem condições potenciais para estabelecer pontes e compromissos entre os diversos subsistemas do sistema desportivo nacional, como o desporto escolar e o desporto federado.
Em suma, a CML deve ser o grande motor de realização das actividades físicas e desportivas da cidade. Numa fase posterior, aquando do seu arranque e consolidação, pode delegar essa responsabilidade na estrutura associativa disponibilizando, sempre que necessário, os recursos indispensáveis para esse efeito.
Mas para um novo modelo desportivo para Lisboa, torna-se indispensável mudar a actual política de direita e os seus intérpretes. Falta pouco...
Manuel Brito
11/12/2004 01:12:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text