Forum Cidade

Forum Cidade

Partido Socialista
António Costa

Definição e Objectivos
Empenhada na promoção da participação dos seus militantes e dos cidadãos em geral na vida e no futuro da cidade de Lisboa, a Comissão Política Concelhia de Lisboa (CPCL) do Partido Socialista decidiu criar e institucionalizar de forma permanente um espaço de debate político e social: o Forum Cidade. Contribuir para a construção, em termos programáticos, de uma alternativa de governo para a cidade de Lisboa e alargar a base de participação dos cidadãos na reflexão sobre a gestão da cidade, propondo iniciativas a desenvolver pelos autarcas socialistas numa lógica territorial adequada ao tecido social e urbano em análise são os dois grandes objectivos que o Forum Cidade se propõe prosseguir. O Forum Cidade será uma estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa, que deverá envolver militantes do PS e cidadãos independentes no compromisso de reflectir conjuntamente sobre as potencialidades e os problemas de Lisboa, tendo em vista a procura e a formulação de propostas que visem o desenvolvimento sustentável da cidade, a busca de soluções para questões inadiáveis ou até a tomada de posição em matérias que considere relevantes.
Forum Conclusões Conclusões dos grupos de trabalho do Forum Cidade apresentadas em Lisboa no dia 2005/05/03:
(documentos em pdf)

Conclusões (694 KB)
Qualidade Vida/Ambiente (296 KB)
Escola e Comunidade (177 KB)
Política Urbana (234 KB)
Desporto (241 KB)
Espaço Público (152 KB)
Segurança Rodoviária (258 KB)
Modelo Económico (480 KB)

Forum Conclusões
Digite o seu eMail para ser notificado de novos conteúdos no Forum Cidade!

powered by Bloglet


Arquivos

Julho 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Março 2007

Abril 2007

Maio 2008

Junho 2008



Correio para:
forumcidade2@gmail.com





Outros WebSites

Partido Socialista

Comissão Política Concelhia de Lisboa


Grupo Parlamentar PS



Outros Blog's do PS

Outros Blog's sobre Lisboa
Diários de Lisboa
Imagens da Cidade
Jornal da Praceta
Lisboa abandonada
Lisboa a arder
Pelourinho da Lisboa
Viver Bem na Alta de Lisboa
Vizinhos

Outros Blog's
Abrangente
Adufe
Almocreve das Petas
Ânimo
Assembleia
Bioterra
Blogo Social Português
Blog sem nome
Bloguítica
O Carimbo
Causa Nossa
O Cheiro a torradas pela Manhã
Descrédito
Estrago da Nação
Forum Comunitário
Fumaças
Gang
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento
Mar Salgado
Minisciente
O País Relativo
A Pantera Cor de Rosa
Pessoal in Transmissível
À Procura da Cleópatra
República Digital
Respirar o Mesmo Ar
Ser Português (Ter que)
TM&RP
A Toca do Gato
Victum Sustinere
Viva Espanha


PTbloggers

Technorati


Tugir em português


Partido Socialista
Comissão Política
Concelhia de Lisboa



Cartazes 2004/5 Gente que Faz
2003




Forum Cidade
Estrutura informal da Comissão Política Concelhia de Lisboa
segunda-feira, abril 25, 2005
 
25 de Abril
[049/2005]
25 de Abril
Dia da Liberdade, Sempre!


Devemos sempre lembrar a data em que hoje se comemoram 31 anos do derrube pelo Movimento das Forças Armadas - MFA, do regime corporativo e autocrático vigente em 1974, liderado pelo então Presidente do Conselho de Ministros, Prof. Marcelo Caetano, desde a queda e morte do ditador Oliveira Salazar em 1968 o qual, durante mais de 40 anos, meteu na gaveta e nas prisões políticas a democracia e agrilhoou os portugueses em geral ao subdesenvolvimento e à humilhação internacional, quer pelas políticas internas antidemocráticas quer mais tarde pela guerra colonial, que martirizou milhares de famílias desde os princípios dos anos sessenta.
A intervenção militar e a revolução subsequente, apelidada "dos cravos" pela sua aceitação pacífica e mobilização popular envolvente, representou para a esmagadora maioria da população, a abertura das portas e janelas para a liberdade e o Mundo da grande casa chamada Portugal, restaurando assim o orgulho cívico da Nação portuguesa onde quer que estivesse um português, a partir de então cidadãos livres de um país democrático, bem como o princípio do fim da guerra colonial e subsequente libertação dos povos africanos, para o qual teve papel de destaque o estratega político-militar, Major Melo Antunes.
Importa sublinhar que poucos dias depois, os presos políticos foram libertados de Caxias e começaram a regressar ao país muitos exilados políticos, entre os quais não deixamos de referenciar, simbolicamente, alguns fundadores do PS, 2 civis - Dr. Mário Soares, Eng.º Tito de Morais e 1 militar, o Coronel Pedroso Marques que, ao participar em 1961 numa acção para o derrube do regime a partir da tomada do Quartel de Beja, colocou não só em risco a sua vida como a sua carreira e bem estar familiar tendo de se exilar no estrangeiro após ter estado quase três anos refugiado na Embaixada do Brasil em Lisboa, para evitar ser preso pela PIDE.
Nesta data não podemos deixar também de referenciar um Homem que arriscou a vida na luta armada interna contra o regime, um socialista de sempre, Palma Inácio, a quem finalmente foi reconhecido esse estatuto de lutador pela democracia, ao ser-lhe atribuído pelo Estado uma pensão, gesto que em abono da verdade e da justiça se deve relevar ao ex-governo do Dr. Santana Lopes, quando tanto desejaríamos que antes o tivesse sido durante os seis anos de governo socialista do Eng.º António Guterres...
Naturalmente, a capital do país foi o palco principal das acções civis e militares que levaram ao derrube do regime, desde a estratégia e comando das operações pelo Coronel Otelo Saraiva de Carvalho, a partir do Quartel da Pontinha, até às diversas colunas militares que avançaram sobre a cidade, em especial o esquadrão de cavalaria vindo de Santarém comandado pelo saudoso Capitão Salgueiro Maia, as peças de artilharia montadas na zona de Almada/Caparica pela EPA de Vendas Novas, o domínio do aeroporto e controlo aéreo militar a partir de Monsanto, as estações de rádio e TV e acessos principais, pela EPAM, RALIS e outras forças militares especiais. Não sendo possível englobar neste artigo todos os militares que lideraram o MFA e o Conselho da Revolução, mencionamos alguns dos mais expostos e finalizamos no actual Presidente da Associação 25 de Abril, Coronel Vasco Lourenço a nossa expressão de apreço e agradecimento a todos quanto omitimos.
Lisboa foi assim a primeira cidade a ser libertada do jugo da ditadura e, consequentemente, não demorou muito a ver instalada na sua Câmara Municipal, uma Comissão Administrativa, constituída por democratas e liderada pelo recentemente falecido Eng.º Caldeira Rodrigues, que geriram os serviços durante cerca de dois anos até à primeira eleição democrática para a autarquia e que foi ganha pelo PS, colocando como Presidente o Eng.º Aquilino Ribeiro Machado, que infelizmente apenas cumpriu um mandato.
Após um longo período nas mãos de uma coligação de centro direita chefiada pelo Arq.º Krus Abecassis, foi a autarquia lisboeta reconquistada para o PS pelo Dr. Jorge Sampaio e nos anos dos seus mandatos, continuados pelo Dr. João Soares, Lisboa foi sujeita a uma profunda revolução urbanística, virando-se finalmente de frente para o Tejo, criando novas acessibilidades, preocupando-se com a articulação dos diversos transportes, construindo bairros sociais para erradicação das barracas, enfim, preparando a cidade para os novos desafios da competitividade global também na atractividade das cidades aos investidores externos, ao turismo de qualidade expresso nos cruzeiros de luxo, nos congressos, etc., que contribuem significativamente para a melhoria dos negócios ligados aos serviços, mais emprego e em melhor qualidade de vida dos lisboetas.
Estamos agora perante uma expectativa quase imperativa, para o futuro sustentável de Lisboa, no xadrez das capitais europeias mais desenvolvidas, em particular algumas nossas vizinhas como são Madrid, Barcelona e até Sevilha. A chave para essa alteração passa pela vitória de novo do projecto socialista para a cidade agora liderado pela candidatura do Prof. Manuel Maria Carrilho, com o apoio da Concelhia, das estruturas de base e dos militantes e simpatizantes do PS, fortemente empenhados.
Que em Outubro tenhamos um novo 25 de Abril em Lisboa!
Mário Lourenço
4/25/2005 01:00:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text